SERVIÇOS ONLINE

Notícias

Ver notícia

Para universalizar o serviço de esgotamento sanitário no município, serão investidos nos próximos anos, mais de R$118 milhões.

A construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Ariquemes, avança no município, e irá ampliar o acesso dos moradores à rede de esgotamento sanitário. Atualmente, a cidade conta com 10% de cobertura de acesso à rede de esgoto, e com a conclusão da obra, prevista para até o final de 2023, irá saltar para 20%.  O serviço impacta positivamente os setores da saúde, infraestrutura, meio ambiente e economia, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população.

A ETE de Ariquemes, está sendo construída na região do Setor Industrial, nas proximidades da BR-364.  A estação será moderna, de alta tecnologia, e contará com sistemas de gradeamento, aeração e desinfecção, atendendo as exigências e normativas ambientais de tratamento. Uma maquete da nova estação, foi exposta pela concessionária Águas de Ariquemes, durante a 38ª Expoari.

Maquete da nova estação, foi exposta pela concessionária Águas de Ariquemes, durante a 38ª Expoari.

A obra está na fase de concretagem da base, para a instalação dos tanques, onde ocorrerá o tratamento do esgoto. Ao todo, serão instalados 16 tanques na ETE de Ariquemes, que terá capacidade de tratar 20 litros por segundo.

“É uma obra de grande complexidade, principalmente no ponto de vista de solução ambiental. Hoje, a estação que está sendo construída em Ariquemes, possui uma das mais modernas tecnologias no tratamento” destacou Bruno Bernardo, engenheiro responsável pela obra da ETE.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rondônia está entre os quatro estados da Região Norte com menos de 30% dos domicílios conectados à rede de esgoto. Com o aumento da cobertura de esgotamento sanitário, o município dará um salto de desenvolvimento. O serviço impacta positivamente os setores da saúde, infraestrutura, meio ambiente e economia, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população.

A construção da ETE faz parte do complexo de obras da rede de esgotamento sanitário do município, que contempla ainda a obra da Estação Elevatória de Esgoto, e da implantação da rede coletora de esgoto. Nesta etapa, estão sendo implantados 23 mil metros de rede nos bairros Setor 3, 5 e BNH.

Nesta etapa, estão sendo implantados 23 mil metros de rede nos bairros Setor 3, 5 e BNH.

Com o término das obras, após os moradores interligarem as residências à rede coletora, o esgoto é transportado pela rede de coleta até a EEE, e em seguida será bombeado para a ETE, onde será tratado. Para universalizar o serviço de esgotamento sanitário no município, serão investidos nos próximos anos, mais de R$118 milhões.

“O foco do tratamento dos esgotos, é contribuir com a saúde da população, e preservar o meio ambiente, garantindo a qualidade das águas de lagoas, rios, igarapé da região amazônica, e até de reservatórios subterrâneos. Além de todos esses benefícios, o acesso a esgotamento sanitário contribui ainda para o desenvolvimento da cidade, valorização das moradias, e mais qualidade de vida para a população”, destacou Ary Carlos Laydner, diretor-presidente da Águas de Ariquemes.

A Águas de Ariquemes faz parte do grupo Aegea, líder no setor privado em saneamento. Em Rondônia, atua no estado, por meio das concessionárias Águas de Ariquemes, Águas de Pimenta Bueno, Águas de Rolim de Moura e Águas de Buritis.

Compartilhar:

Veja Também

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Aegea RO.

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Comunicados Saiba mais
Comunicados